Janeiro 23, 2022

Portal Notícias Terê Oficial

Principais acontecimentos acompanhe no nosso portal

Governador participa de fórum de debate sobre a retomada econômica.

O governador Cláudio Castro participou, nesta segunda-feira (23/08), da terceira edição do Fórum Movimento Rio em Frente, promovido pela Fecomércio RJ em parceria com o jornal O Dia. O objetivo do evento, que acontece com transmissão on-line até esta sexta-feira (27/08), é discutir projetos e alternativas para o fortalecimento do estado do Rio de Janeiro. Durante a rodada com o tema “Rio na direção certa: desafios e projetos”, o governador Cláudio Castro destacou que a pandemia da Covid-19 é uma crise que afetou todos os cidadãos e setores do estado. No entanto, o cenário deixa aprendizado em relação ao setor de Saúde.

– Não tenho dúvidas que o nosso sistema público de saúde sairá melhor dessa crise, desde o número de leitos e vagas, o sistema de regulação que melhorou, o diálogo entre os entes até o sistema de vacinação. A principal crise do Rio foi a de confiança. Estamos voltando a ter credibilidade, temos índices de mudanças muito importantes, como por exemplo, na área de Segurança Pública: nosso índice de homicídio doloso é o menor desde 1991. Através do Programa Segurança Presente, estamos reduzindo cada vez mais esses registros – ressaltou Cláudio Castro.

O governador citou ainda o contrato de concessão do saneamento. A Águas do Rio terá um total de R$ 24,4 bilhões investidos no Rio de Janeiro, além dos R$ 15,4 bilhões de outorgas. Já a Iguá Saneamento terá cerca de R$ 2,7 bilhões, além do pagamento de mais de R$ 8 bilhões de outorga. As duas já realizaram o pagamento da primeira parcela ao Estado e os valores estão sendo repassados aos municípios.

– Tivemos o maior leilão da história. Água e saneamento dão dignidade ao povo, não podem ser benefício para quem tem situação financeira privilegiada. Todo o recurso adquirido com o leilão terá um único destino: investimentos para a população nos próximos anos – disse.

O governador do Rio falou ainda sobre o PactoRJ, pacote com mais de 50 projetos que vai gerar cerca de 150 mil novos postos de trabalho.

– O investimento será de R$ 17 bilhões em três anos, tudo feito com transparência e diálogo, ouvindo todos os prefeitos. Nosso estado voltou a pensar em questões sociais, reabrimos os restaurantes do povo e voltamos a olhar para os modais. Queremos crescimento sustentável e consolidado e nesse processo de retomada do Rio temos que olhar para todos os setores – afirmou o governador Cláudio Castro.

O presidente da Fecomércio RJ, Antonio Queiroz, ressaltou a importância do debate para o resgate do Rio de Janeiro.

Nossos debates buscam encontrar caminhos para a retomada econômica e social do Rio. O comércio representa 70% do PIB do nosso estado e tem sido um porta-voz das necessidades que o estado e o município têm em relação ao atendimento da população. A previsibilidade é matéria prima dos nossos negócios para que possamos planejar nossas iniciativas – observou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *